O Hoje de Ontem.

Um dia desses na aula, que era sobre cinema, o professor começou a passar filmes do expressionismo alemão, neo realismo italiano, entre outras coisas. Uma aluna levantou o braço e perguntou “Quando veremos algo mais atual ?” o professor respirou fundo, e falou “Eu te respondo depois“. A pergunta dela ficou me incomodando, por que os jovens de hoje tem tanta repulsa por algo que não seja “novo”, gostam de filmes com finais que já sabem antes de começar, ignoram o passado e não percebem que assim ignoram o presente. Quanto mais olho para trás, mais eu vejo presente, seja na moda que agora é anos 80, seja com óculos ryban quadrado ou modelos inspirados nas roupas de adolescentes que gostavam de eletrônico. A Publicidade mais que ninguém busca inspiração no passado, navegando pela cópia e pela releitura. De uma forma geral mostra que as inovações de hoje, são referências. Através da arte, teatro, literatura, música e claro, cinema, as idéias ganham forma novas, com a percepção de cada pessoa a partir daquilo que conheceu, e assim se cria. Voltando a sala de aula, assisti um filme e convido a todos a assistirem. Metropolis, do diretor Fritz Lang de 1927. O filme é um marco por diversas razões, seja pelo incrível numero de figurantes pra época (mais de 30 mil), pela visão futurista do filme, pela visão atual da época do filme, mas o mais incrível é o quanto o filme influenciou e influencia mundo a fora. Convido a verem Metropolis, depois verem Blade Runner, Admirável Mundo Novo e Star Wars. Um dica em relação a guerra nas estrelas, c3po. Segue uma cena maravilhosa de Metropolis de Fritz Lang. E lembrem, olhem para trás para entender melhor o mundo de hoje. Abraços Ricardo Jahn!

Anúncios
    • andredamasco
    • 25 de abril de 2008

    Muito bom Jahn.
    Valeu o post.
    Agora só falta tu escreve teu about 🙂
    abraçãooo

  1. Referência é o que a!

    abraço

  1. No trackbacks yet.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
%d blogueiros gostam disto: